Revista Eu Magro

Cliente Eu Magro elimina 18 kg e se torna um franqueado.

21 de Setembro de 2016

Imprensa News

Cliente Eu Magro elimina 18 kg e se torna um franqueado.

São Paulo – Escolher a franquia certa é a primeira grande decisão que um futuro franqueado deve tomar. É possível levar muitos critérios em consideração: afinidade com a área de atuação, valor de investimento inicial, prazo de retorno do investimento e potencial de expansão são alguns desses fatores.

O funcionário público Alexandre Martins queria se associar a uma franquia e procurava a marca ideal há um ano. Ele finalmente tomou sua decisão após testar os serviços da franqueadora ele próprio: em três meses, perdeu 18kg com a franquia Eu Magro. Satisfeito com o resultado e com a proposta da franqueadora, Martins tornou-se seu primeiro franqueado - e inaugurou sua loja nesta semana.

A receita para o emagrecimento

Martins pesava 91kg e já havia tentado de tudo para emagrecer: desde a “dieta da sopa” até a “dieta da Lua”. “Já fiz muita coisa para perder peso. Você ir numa loja e ver que nada serve é muito complicado, inclusive para a autoestima.”

Até que, no ano passado, uma amiga contou a Martins que o filho dela emagreceu 10kg após assinar um pacote na Eu Magro.

“Eu disse que, se o filho dela realmente tivesse emagrecido esses quilos, eu também entraria na clínica. E foi assim que me inscrevi na Eu Magro”, conta Martins.

O futuro empreendedor assinou um pacote de três meses e perdeu 18kg – sua meta inicial era de 16kg. “Tinha colocado 16kg porque resolvi ir aos poucos, não queria exagerar e ficar com um aspecto ruim, de cansaço. Mas fiquei feliz em passar da meta, claro”, conta.

Na clínica da Eu Magro, em Cascavel (Paraná), Martins foi apresentado às instalações e aos profissionais que cuidariam do seu processo de emagrecimento.

“Depois, fiz exames para ver quais cardápios e exercícios eu poderia ter. Falei com uma nutricionista, que elaborou uma dieta com sete refeições diárias e moderadas. Também fui para a academia, com acompanhamento profissional.”

Além desses dois serviços, Martins também passou por tratamentos estéticos – drenagem linfática e vibromanta (sessão de drenagem e eliminação de toxinas por meio de calor e vibração). “Por fim, fiz um acompanhamento psicológico para deixar de descontar meus problemas na comida.”

Agora, Martins pesa 73kg. Para ele, o diferencial da franquia é que todos esses serviços são feitos na própria unidade, economizando o tempo gasto em deslocamento. “Além disso, você que determina seu pacote. Há serviços que podem ser agregados ao pacote de acordo com sua meta.”

Franquia

O empreendedor conta que seu desejo de ter uma franquia veio de antes do contato com a marca – e ele nem pensava em empreender especificamente na área de saúde.

“Fiquei um ano procurando, vendo negócios, pensando, guardando o sonho. Mas, por acreditar no método da franquia, eu escolhi a Eu Magro. Foi algo natural mesmo, me tornei um exemplo do serviço”, diz.

“Depois da minha perda de peso, comecei a fazer propaganda boca a boca. Na unidade de Cascavel, foram dez pessoas por indicação minha. Então, por que não abrir minha própria unidade?”

A inauguração da unidade franqueada de Martins, em Maringá (PR), aconteceu ontem. “Eu moro em Cascavel (PR), mas tenho um plano de me mudar para Maringá definitivamente em 2018. Até lá, fico ainda como funcionário público também.”

O empreendedor espera conseguir o retorno do investimento no período de 8 a 24 meses. A ideia é vender 70 pacotes no primeiro mês de operação. “Mas, tomando como base os números de Cascavel, a divulgação do negócio e a procura antes mesmo da franquia abrir, temos chance de passar essa meta”, afirma.

Eu magro
Eu magro
Eu magro